Exames de imagem
4746-5686

Afinal, o que é ressonância magnética?

Afinal, o que é ressonância magnética?

Algum médico já pediu a você para fazer uma ressonância magnética? Parece um exame muito complicado e você fica bastante preocupada, com certo medo de realizá-lo.

Mas nós estamos aqui para ajudar, e vamos tirar essa preocupação da sua cabeça agora mesmo.

É normal que fiquemos pensando nisso constantemente e com medo de algo que não conhecemos. Por tal motivo, vamos explicar o que é ressonância magnética, o que esse exame identifica, como é realizado e quais são as suas vantagens.

Vamos lá?

O que é ressonância magnética?

Utilizando um dos conceitos da física, o campo magnético, o exame tem por objetivo auxiliar o médico a fazer um diagnóstico por imagem, já que é uma avaliação que consegue oferecer imagens dos órgãos internos em alta definição.

Como funciona?

A lógica geral é mais simples do que você imagina.

Nosso corpo está cheio de átomos de hidrogênio que ficam alinhados dentro do organismo assim que entramos na máquina que possui o campo magnético.

Depois de um tempo determinado, o campo é interrompido, deixando de existir ali, o que faz com que os átomos de hidrogênio retornem para a sua posição inicial. É justamente nesse momento que eles emitem alguns sinais que são capturados pelo computador e formam a imagem.

Como o exame é realizado?

A pessoa, ao entrar na máquina em forma de túnel, deve permanecer deitada e o mais estática possível para que as imagens tenham a nitidez e a qualidade desejadas. Um movimento que tenha mais de 3 mm coloca todo o exame a perder.

Algumas pessoas podem apresentar certa dificuldade de realizar o exame, como os portadores de esquizofrenia, doença de Alzheimer e claustrofobia, neste último caso pelo medo ou pavor de ficar em local fechado.

A forma como a ressonância é feita pode variar de acordo com o objetivo. Por exemplo, é possível ao paciente assistir a filmes, ouvir sons, fazer movimentos cognitivos, entre outros.

A ressonância magnética pode durar de 15 minutos a duas horas.

Todos os objetos metálicos devem ser retirados: joias, cintos e outros. É recomendado que o paciente não vá de calça jeans, já que essa peça possui partes metálicas.

Quais são as vantagens?

Por que fazer uma ressonância magnética e não uma tomografia computadorizada, por exemplo? Muitas são as vantagens daquele exame sobre este, sendo que a principal é o fato de a ressonância não usar radiação.

Outras vantagens são o fato de conseguir oferecer imagens em qualquer plano (frontal, axial, posterior, oblíquo e outros) e também por proporcionar maior nitidez.

Além disso, outro motivo pelo qual o exame pode ser necessário é para o diagnóstico de certos tipos de patologias, como esclerose múltipla, tendinite, lesões de ombro, tumor ósseo, hérnia de disco, rompimento de ligamentos em determinadas articulações, como pulso, tornozelo e joelho, dentre outras.

Agora que você já sabe o que é ressonância magnética e percebeu que é algo simples, não tem mais por que ficar preocupada. Mas, se você já realizou o exame alguma vez, conte-nos como foi a sua experiência!

Blog

Convênios

Unidades

Suzano
Rua 9 de julho , 31 - Centro
CEP: 08674-230 ​ - Suzano | SP
Telefone: (11) 4746-5686
Mapa


Mogi das Cruzes
Rua Barão de Jaceguai, 1378 - Centro
CEP: 08710-020 - Mogi das Cruzes | SP
Telefone: (11) 4746-5686
Mapa

Contato




Área do Colaborador